• Devanir dos Santos

Programa Nacional de Imunização

Vocês que nos acompanham aqui já devem estar familiarizados com nossos posts falando sobre a importância do SUS. Acreditamos que podemos contribuir muito com nossa sociedade levando o conhecimento que temos do potencial do nosso sistema público de saúde e, enquanto empresa do setor de tecnologia para saúde, levando novas soluções para que nossos clientes possam gerenciar da maneira mais eficiente possível a saúde pública nos municípios.


Neste post, vamos falar de um dos programas de saúde mais importantes do nosso país, referência no mundo e reconhecido tanto pela ONU quanto pela OMS, o Programa Nacional de Imunização ou PNI. Criado em 1973, o programa tem como missão organizar a política nacional de vacinação, a fim de controlar, eliminar ou erradicar doenças imunopreveníveis. O programa é coordenado pelo Ministério da Saúde em conjunto com as esferas estaduais e municipais.


Através do PNI são distribuídas mais de 300 milhões de doses anuais em vacinas, soros e imunoglobulinas. E até isso chegar lá na sala de vacinação do seu município, existe toda uma logística que depende dessa coordenação entre os três níveis (federal, estadual e municipal).


Como funciona a distribuição de vacinas no Brasil?


Primeiramente, todo e qualquer imunobiológico a ser distribuído no país deve antes passar pela aprovação da ANVISA e, em seguida, é responsabilidade do governo federal buscar os laboratórios que possam suprir essa demanda. Após o fechamento das negociações com os laboratórios, assim que os imunizantes ficam prontos, eles são enviados ao centro de distribuição do Ministério da Saúde e, a partir daí, entra em cena a CRF - Central de Rede de Frios, responsável pela segurança e pela qualidade dos processos de armazenamento, distribuição e transporte.


A definição das quantidades de vacinas que serão distribuídas para cada estado é feita pelo próprio SUS em conjunto com as três esferas, levando em consideração o perfil epidemiológico de cada estado e município. Finalizando o processo da logística, após a definição das quantidades, o centro de distribuição envia as doses para as secretarias estaduais de saúde e estas enviam aos municípios que, por fim, distribuem para os postos de saúde.


Erradicação de doenças através da vacinação no Brasil


Toda essa logística, a coordenação entre o Ministério da Saúde e os níveis estaduais e municipais, e também a criação e a divulgação das campanhas de vacinação, contribuíram para a erradicação de várias doenças no país, como por exemplo, a varíola a poliomielite, além da redução dos casos e mortes derivadas do sarampo, da rubéola, do tétano, da difteria e da coqueluche.


Todas as campanhas e os calendários de vacinação são definidos pelo PNI, considerando a situação epidemiológica, o risco, a vulnerabilidade e as especificidades sociais, com orientações específicas para crianças, adolescentes, adultos, gestantes, idosos e povos indígenas. No entanto, é preciso continuamente conscientizar toda a população da importância dessas campanhas de vacinação, para que as doenças que já foram erradicadas ou tiveram seu impacto diminuído não voltem a se tornar recorrentes.


E agora, com o processo de vacinação da Covid-19 avançando, fica ainda mais evidente o quanto é importante termos um programa desse nível. O índice de vacinação contra a Covid-19 no Brasil se deve, e muito, à coordenação entre os 3 níveis e ao histórico de campanhas de vacinação bem sucedidas no país, garantindo a distribuição adequada e a conscientização da população sobre a importância da vacinação, para que possamos colocar mais uma doença naquela lista das que foram erradicadas ou controladas no país.


E o Programa Nacional de Imunização é apenas um entre os diversos programas que tornam o SUS tão presente na vida de cada cidadão brasileiro. Dá pra entender o motivo de sermos tão apaixonados pelo SUS, não é mesmo? Para mais conteúdos com esse, se inscrevam aqui no nosso blog e nos sigam nas redes sociais.


Até a próxima!


52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo