• Devanir dos Santos

Quais são os níveis de atenção à saúde no SUS?



Para a maioria das pessoas, quando se fala em SUS, a primeira coisa que vem à mente é o postinho de saúde do bairro. Mas você já deve ter visto a gente falar que o SUS é bem mais que isso, né?


O SUS um complexo e abrangente sistema de saúde pública, pioneiro e modelo para o mundo todo. Então, nesse artigo vamos detalhar um pouco melhor todos os níveis em que esse sistema atua.


Visando proteger, restaurar e manter a saúde dos cidadãos o SUS é dividido em 3 níveis de atenção: o primário, o secundário e o terciário.


Atenção Primária


O nível primário constitui o que chamamos de "a porta de entrada para o SUS" e é composto principalmente pelas unidades básicas de saúde ou UBSs. É o nível mais interessante e o que torna o SUS tão único, sabe por quê?


O nível primário tem como principal característica o caráter preventivo. Isso quer dizer que além de oferecer, através das UBSs, as consultas, os exames, os medicamentos e os profissionais de medicina geral e familiar, esse nível visa principalmente prevenir as doenças, evitando que as pessoas precisem acessar os níveis mais avançados de atenção à saúde.


A Atenção Primária garante uma atenção integral à saúde visualizando o cidadão não apenas como um paciente isolado, mas como um componente de uma família e comunidade. E, nesse sentido, os profissionais do nível primário não têm sua atuação restrita às unidades de saúdes, mas também atuam diretamente nos espaços públicos da comunidade, fazendo visitas domiciliares, promovendo ações de prevenção e conscientização.


Atenção Secundária


O nível secundário é o próximo passo, quando o problema do paciente não é resolvido no nível primário. Ele é composto pelos serviços especializados, as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e Hospitais. A partir daqui já temos os atendimentos mais focados como, por exemplo, dos especialistas em cardiologia, oftalmologia, endocrinologia e as demais especialidades médicas. Encaminhado através do nível primário, aqui o paciente terá a continuidade do processo, recebendo a atenção devida para a especificidade do seu caso.


Atenção Terciária


O terceiro e último nível é composto pelos grandes Hospitais e tem o objetivo de fornecer atendimento de alta complexidade, na grande maioria das vezes, envolvendo procedimentos de alto custo e que demandam grande aporte tecnológico, abrangendo, por exemplo, tratamentos oncológicos, transplantes e partos de alto risco.


E onde a Olostech se encaixa nisso tudo?


Nosso software integrado de gestão da saúde, recebe, trata e organiza os dados de saúde dos usuários SUS desde o início de seu atendimento (seja no posto de saúde ou na UPA). Assim, se você for encaminhado ao médico especialista que atende no nível secundário, ele tem acesso ao histórico dos atendimentos em toda a rede. Essa integração garante o acesso às informações necessárias para que os profissionais de saúde possam realizar o melhor acolhimento e o diagnóstico mais preciso. O nosso sistema, organiza, por exemplo, a oferta de vagas para exames e consultas especializadas, e ajuda a secretaria de saúde a diminuir o número de faltosos nesses atendimentos, reduzindo a fila de espera.


Para você que é usuário SUS, disponibilizamos o aplicativo e-Cidadão Saúde, que permite a solicitação de atendimento, transferências de agendamento, consulta às listas de espera, entre outras funcionalidades; também oferecemos ferramentas para automonitoramento da situação de saúde, certificados de vacinação e validação de atestados.


Além disso, o sistema Olostech oferece ao município diversas ferramentas administrativas que permitem que a secretaria de saúde faça a melhor gestão dos recursos disponíveis (seja vagas para atendimento, medicamentos, insumos, transporte) e também preste contas ao Ministério da Saúde da maneira mais correta, garantindo que o dinheiro investido retorne em melhor atendimento à população.



10.913 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo